quinta-feira, 27 de março de 2014

Retratos em minha mente

Fotos tiradas
Não podem mentir...
Mais perto do que perto - você se vê
A cada dia que passa
(Um pouco mais)...
Descobrindo por si mesmo
Antes de se espalhar,
No mundo
Nunca duvidar
Nunca gemer
Nunca encontrar
Nunca se sabe...
Homenzinhos tocando coisas - pontos de vista
As molas da cama - ocasiões
Durante as manhãs a chave para o mundo abre
Muitas vezes é apenas uma história em quadrinhos
Não muito mais...
Nunca se consegue lembrar daquilo,
Os dedos sentem as linhas - elas cutucam o espaço
Tão bonito um dia
E ainda está lá, mas irreconhecível
Pelo ser que amou
Raramente até tarde ...
Catálogos - inúmeras xícaras de café
Na parte da tarde - iludido ego
As vitrines do refletir - uma série sem nome
Para cada fantasma de si - uma foto de sua própria fantasia...









terça-feira, 18 de março de 2014

Cidade solene...

Concreto frio 
Inanimado rio
Rosto em aço
Empacotado e raso,
Duro compasso   
Dos olhos vidro 
Rachados descascados
Dessa luz brilhante.... 
Grito, 
Freio e guincho
Vermelho branco 

Verde branco 
Rodas de neon
(de)forma estranha (a)chave
de ser...
Bastão cego 
Bêbado cego não ver
Boca seca 

Língua amarrada 
Não pode falar
Sonho concreto frio 

Carne concha quebrada
Alma partida 

Perdido rastro 
O comprimido sagrado 
E a visão dos rebanhos de chumbo...





quarta-feira, 12 de março de 2014

Fora do céu cinzento

Graça, espaço, corrida
Os lugares que estive tem sido...
O que tenho feito tem sido e feito.
A detonação de rádio
O ?????????  dançando com olhos brilhando

Estamos deixando a vida ou movendo-se em...!
Implodindo em...!
Fora explodindo
Um milhão de fragmentos

Somos pequenos pedaços...
Caindo agora em...
Como cristais de floco de neve
Baseando-se na cidade!
Em cada lugar encantador
Perto ou longe.

Não tem com o que se preocupar
Façamos o que quisermos!
(é tudo da lei)
Conduzindo o estoque de energia
Para a longa estrada a fora...
Calafrios agradáveis sacodem meus sentidos,
Vejo fumaça saindo dos meus lábios
E preencher uma sala quase vazia
O amor paira no triste colorido zombando de sombras
Tocada livremente como uma respiração sussurrada.